terça-feira, 28 de julho de 2015

Mesmo com Aumento Zero para 2016 Tribunal de Justiça quer 8,13%

Outro dia foi votada a LDO - Lei de Diretrizes Orçamentárias que é o que o estado vai gastar nos anos seguintes, 2016- 17,18 e 19. e ela disse, e assim foi votada que os Funcionários Públicos do Estado terão apenas 3% ao ano, talvez até parcelados, o porém é que o Tribunal de Justiça mandou para a Assembléia um projeto que quer 8,13%. Sinceramente não entendi bem essa do TJ, até por que isso na certa Não vai passar na Comissão de Constituição e Justiça:
Presidente
Gabriel Souza- PMDB
Vice-Presidente
Alexandre Postal- PMDB
Titular
Luiz Fernando Mainardi- PT
Titular
Stela Farias- PT
Titular
Ciro Simoni- PDT
Titular
Dr Basegio- PDT
Titular
Frederico Antunes- PP
Titular
João Fischer- PP
Titular
Maurício Dziedricki- PTB
Titular
Elton Weber- PSB
Titular
Jorge Pozzobom- PSDB
Titular
Manuela d'Ávila- PC DO B


















Como vemos na lista, o Governo do estado é maioria na comissão, sendo assim NÃO passa, nove deputados votarão a favor do Governo. Dos 12 deputados da Comissão, só três não são do governo. A pressão por parte do TJ, virá. Por mais que desejassem, tal projeto Não passaria, pois a prerrogativa de Legislar sobre matéria tributária é de Exclusividade do Poder Executivo.