domingo, 2 de agosto de 2015

AO VOSSO REDOR



Espalhai a paz, ao vosso redor.
Pois outro caminho não existe, para que possais viver em paz.  Aqueles que vos cercam, eu vos tenho dito, são como espelhos e refletem de volta aquilo que recebem de vós.

Tende sempre em mente esta verdade. Porque necessitais vigiar constantemente os vossos atos, os vossos gestos e as vossas palavras, para serdes bem tratados.
Evitai as palavras ríspidas, ou rispidez é o que recebereis; cuidai-vos de praticar o mal, ou ele a vós retornará. Escusai-vos de impor a vossa vontade, ou todos se fecharão para vós.

Sede como o lavrador, que escolhe as melhores sementes e prepara com cuidado a terra onde as plantará; oferecei os vossos melhores sentimentos e sede gentis ao distribuí-los.
É assim que tereis a melhor colheita. Pois nada colhereis, senão o que plantardes; nem podereis negar-vos a desfrutar da vossa safra, é o que determina a lei do Universo.     

Praticai a gentileza; afastai de vós a rispidez. Porque sensato não é o homem que espalha pedras pelo caminho onde deverá passar, mas sim aquele que o cobre de pétalas.
Cultivai a tolerância; aprendei a ouvir os outros e analisar as opiniões. Por mais acertado que seja o vosso julgamento, uma nova ideia poderá ampliar os vossos horizontes. 

Não é pela força, que devereis vencer; mas pela razão. Lembrai-vos de que todos os reinos construídos sobre as armas já se foram, mas as ideias continuam vivas.
Abraçai o amor; é ele que vos afasta da solidão, faz mais belos os vossos sonhos e torna mais colorida a realidade. É sobre ele que se constrói a vida, tal como a conheceis.

Abandonai o egoísmo. A união faz a força e a fraternidade pode unir os homens. Que tranquilidade vos trazem os vossos bens, se conviveis com o medo de serdes roubados?

Afastai de vós o rancor; aprendei a perdoar, com todo o vosso coração. Porque, enquanto o desejo de vingança vos acorrenta ao passado, o perdão vos liberta para o futuro.

Buscai a humildade. De que serve o orgulho ao poderoso rei que vive isolado em sua torre, enquanto o servo em sua casa humilde desfruta do calor da família e dos amigos?
Sim; espalhai a paz, ao vosso redor, se é em paz que desejais viver. Lembrai-vos, todavia, de que é partir do ponto onde se originam, que os círculos se espraiam sobre a água. 

Cuidai para que a paz esteja em vós. Pois é assim que a espalhareis ao vosso redor.
Do Blog O Árabe