quinta-feira, 11 de abril de 2013

Quantas pessoas cabem nos locais de diversões em Santiago?

Outro dia falei com um vereador, sobre criar alguma lei ou dar a ideia de um  decreto, mandando que cada estabelecimento de Diversões Públicas, principalmente casas noturnas  expusessem para serem vistos, na entrada pelo público, em letras garrafais, o número de pessoas que cabem nestes locais. Essa lei seria simples de ser cumprida, já que os próprios frequentadores poderiam cobrar dos proprietários, que por sua vez se sentiriam mais seguros em justificar o porquê da não entrada de quem iria lá se divertir, visto que muitas vezes são pressionados pelo público que deseja entrar. O decreto, responderia uma pergunta que é feita frequentemente aos órgãos fiscalizadores de Santiago.