quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Pedido de um Morto

De fato, se é certo que, com a morte, cessam necessariamente todas as relações entre os espíritos desencarnados e o organismo físico dos vivos, em compensação os Espíritos dos defuntos se tornam extremamente sensíveis às vibrações dos pensamentos das pessoas que lhes são caras. Concito, pois, os vivos, na eventualidade da perda de algum parente- qualquer que possa ser a importância da perda e da dor correspondente- a que, a todo custo, se mostrem fortes, abafando toda manifestação de mágoa e apresentando-se de aspecto calmo nos funerais. Comportando-se assim, determinarão considerável melhoria na atmosfera que os cerca, porquanto a aparência de serenidade nos corações e nos semblantes das pessoas que nos são caras emite vibrações luminosas que nos atraem, como à noite atrai, a borboleta...