sábado, 24 de junho de 2017

O escultor Divino

Ainda Jovens em espíritos pouco entendemos os processos das Dores e Provações. Entender que tudo precisa entrar em atrito pra evoluir não é fácil. Entender que duma explosão, do caos, milhares de milhões de planetas tiveram origem é quase inconcebível. Nada vem do repouso, tudo precisa ser aniquilado para daí originar a vida. Tudo se agita, desde as micropartículas até as galáxias. 

Um dia este Sol que nos aquece, essa terra que nos recebeu, ambos perderão suas vitalidades e numa explosão liberarão partículas que darão vida a outras terras e à outros sois. Um pântano, uma terra precisam ser mexidos pra dali originar um Jardim. 

Nos animais é através da dor do parto que se liberta a vida. São dos nosso erros cometidos que aprendemos a não repeti-los.

Um dia ainda entenderemos os porquês das dores, das perdas e decepções a qual somos expostos. Por enquanto cada um sabe da sua e o peso que é carregá-las. 

Tratamos o divino como um escultor, ele está nos moldando, afinal somos sua obra prima, e qual artista não ama sua Obra?