quarta-feira, 13 de abril de 2011

Dum jeito diferente

Nunca gostei de gente petulante, que se acha, sou concursado não precioso de A ou B para viver, levo uma vida simples, saio onde, com quem, visto e como o quero. Sempre fiz o que esteve ao meu alcance pela comunidade onde vivo, nunca vivi nas costas de ninguém e me penalizo de gente assim. Detesto  e me congratulo com quem defende injustiças. Tenho oito processos contra quem acha que pode restringir meus direitos, e dou conselhos que façam o mesmo. Jamais aceitarei  injustiças. Inda bem que aqui em Santiago tem boas  advogadas. Quem sabe o peso dum processo bem formalizado, sabe do que tô falando. E se por acaso, um dia , um processo  meu, não resolver...bom daí a coisa pode ser diferente.
***
Minha homenagem a competente Dra Iara Castiel