quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Policiais e bombeiros terão reunião com presidente da Câmara após ocuparem Plenário


Representantes já conquistaram avanço
Representantes já conquistaram avanço
Entidades de classe dos policiais e bombeiros militares conseguiram agendar encontro com o presidente da Câmara,  Henrique Eduardo Alves, para tratar da votação da PEC 300 em segundo turno, após  ocuparem, na tarde de 20 de agosto, o Salão Verde e o corredor das comissões da Câmara dos Deputados, além das entradas da Câmara e do Senado, e depois se instalarem no Plenário da Câmara como parte das manifestações que pede a votação e aprovação do piso nacional da categoria. Antes houve caminhada pelas ruas próximas do Congresso Nacional.
A sessão da Câmara foi suspensa e o presidente da Casa Legislativa, pediu exatamente o que os militares estaduais brasileiros foram solicitar: respeito.
Trabalhadores fardados ocuparam Plenário
Trabalhadores fardados ocuparam Plenário
Para o Leonel Lucas o momento é de pressão em cima dos deputados e senadores. ” A ABAMF e as associações filiadas a ANERMB exigem a valorização dos responsáveis pela segurança dos cidadãos no Brasil”.
 Mais trabalhadores fardados chegaram a Capital Federal e  a manifestação de 21 de agosto deve ter 5mil  participantes.
Viúvas de PMs também participam da mobilização
Viúvas de PMs também participam da mobilização
Para o deputado Major Fábio a aprovação da PEC 300 não é difícil: “O Brasil tem muito dinheiro. O problema é a corrupção, a sociedade está nas ruas para que não haja tanta corrupção. Mas quando se fala em aumento de salário para funcionário público, principalmente para Saúde, Educação e Segurança, nós vemos um monte de gente trabalhar contra, quando se fala em aumentar o teto do funcionário público… Enquanto isso, o deputado federal tem um teto de R$ 26 mil”, protestou.
Paulo Rogério N. da Silva
Jornalista ABAMF