sexta-feira, 4 de julho de 2014

Os Abutres Profetas














Há poucos dias antes de começar o evento, diversas “personalidades” vieram a público manifestar sua contrariedade. O escritor Paulo Coelho previu uma revolta popular; o ex-jogador, Ronaldo Fenômeno, declarou que tinha vergonha dos "atrasos nas obras", e, assim, foram surgindo outros abutres que aproveitavam a copa para atacar o governo. Na imprensa, as previsões catastróficas eram publicadas, faladas e analisadas todo dia. A revista Veja soltou uma capa que anunciava que os estádios só ficariam prontos em 2038.

Sobre o comentário acima: Seriam os Abutres profetas?