sábado, 7 de março de 2015

Mobilização para combater o retrocesso.

  A ASSTBM vem a publico repudiar veementemente a possibilidade ameaçadora do Governo do Estado de parcelamento dos salários do funcionalismo público e reafirma ainda, que irá utilizar de todos os meios políticos e jurídicos para garantir o pagamento de todos em dia e a manutenção dos direitos e vantagens já conquistados. A possibilidade de atraso ou parcelamento é um desrespeito à Constituição do Estado, com os servidores e com a população que depende do serviço público e o legitimo patrão. Se for confirmado não iremos aceitar. O governo não pode brincar com os servidores da segurança;

A ASSTBM juntamente com outras associações de nível médio da Brigada Militar e demais servidores estaduais iniciará mobilização para combater este retrocesso.

A ASSTBM informa seus associados que esta de sobre aviso e tomará todas as providências jurídicas possíveis, assim como em outras ocasiões, eis que, foi pioneira na busca dos direitos dos Brigadianos, seja no restabelecimento da normalidade ou na reparação de danos aos seus representados.
Aparicio Santellano – Presidente Estadual da ASSTBM