sábado, 16 de junho de 2012

Cotidiano VII



Na sexta-feira 15 de Junho, estive em Porto Alegre, precisei ir no Quartel Central da Brigada para assinar minha volta para os bombeiros, cheguei sedo da manhã, como não sabia o setor onde ir, perguntei a um colega sargento que por ali passava, respondeu-me que abriria mais tarde, mas mesmo assim gentilmente fui convidado a entrar. Lá, expliquei o motivo de minha viagem e de onde era, enquanto entrávamos me mostrou alguns setores, após,  foi  fazer um cafezinho enquanto isso chegava outros colegas dos setores restantes. Chegado o momento, fui fazer o que lá me pré-dispunha, assinei alguns papéis leveis outros, respondi perguntas e pronto. Despedi-me dos brigadas, agradeci a forma como fui tratado e dei jeito em voltar para Santiago, agora é só sair no Diário Oficial. Volto a agradecer aos colegas, que me receberam, ao terceiro sargento Adão Luiz Tarigo, e ao primeiro Roberto Américo de Oliveira, homens de bem, íntegros que assim como mutos lutam para manter a instituição Brigada Militar. Aos colegas, desejo felicidades juntos aos seus familiares e quando saírem da Brigada,  podem ter certeza, terão histórias para contar, entre muitas, que ajudaram a manter essa instituição. De tudo uma coisa eu lamento, que sai governo e entra outro, não dão a estes profissionais o devido valor e respeito que merecem. Os governos passam, mas nossa historia, nunca.


A esquerda 3° sargento Adão Luiz Tarigo, ao fundo o primeiro sargento Roberto Américo de Oliveira, ambos da seção de Afastamentos e Prontuários. Uma vez brigadiano, sempre brigadiano.