sexta-feira, 16 de novembro de 2012

As Pontes da vida




A concepção de "família" nos dias atuais mudou e muito, por certo meu filho em certos aspectos não tem a mesma visão que eu, assim como o filho dele também e por aí adiante, até porque as uniões de algum tempo pra cá,  impulsionadas por vários aspectos sociais culturais, permitem judicialmente a união de homens com homens, mulheres com mulheres(homossexual) e no meio deles, filhos, contrariando assim a dita família tradicional e as lei antigas de Roma. Mas isso não é o fim, pois segundo pesquisa nunca houve tantos casamentos( matrimônio) quanto nos últimos anos, causa disso?? Uns falam no materialismo, ou seja uma forma das partes se firmarem financeiramente, outros dizem que casamento é um jogo de interesses e distantes destes, outros falam no verdadeiro e puro amor. Complicado??Talvez para nós os mais passados de idade.  E para a juventude???Sinceramente também complicado de prever. 

Mas de tudo isso tiramos aprendizados...Se as partes, não uma só, pensarem em fazer um ao outro feliz já é um bom começo. Somos seres humanos em evolução,e até chegarmos lá,  muita água correrá debaixo das pontes da vida, as vezes, um sofrimento vale mais que duas vidas, talvez...talvez.