segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Bico de Luz



Um homem transitava por estrada deserta altas horas, Na noite escura, sem luar, estrelas apagadas...Seguia apreensivo. Por ali ocorriam não raro, assaltos. Percebeu que alguém o acompanhava.
-Olá! Quem vem aí? -Perguntou, assustado.
Não obteve resposta. Apressou-se, no que foi imitado pelo perseguidor. Correu...O desconhecido também. Apavorado, em desabalada carreira, tão rápido quanto suas pernas permitiam, coração a galopar no peito, pulmões em brasa, passou diante de um bico de luz. Olhou para trás e, como por encanto o medo se desvaneceu, Seu perseguidor era apenas um velho burro, acostumado a acompanhar andarilhos.

A historia se assemelha ao que ocorre com a morte. A imortalidade é algo intuitivo na criatura humana. No entanto, muitos têm medo porque desconhecem inteiramente o processo que os espera na espiritualidade.

* Richard Simonetti