sexta-feira, 4 de abril de 2014

Fluir



Fluir


Os mestres taoístas perceberam que tudo na vida
 é fluxo, tal qual a água.


Se a vida é mutação, ciclo e impermanência, então a vida só poderia
ser fluxo. Ou ainda, a vida só se mantém por causa do fluxo.


"Fluir" não quer dizer apenas "correr", "se deixar levar", "tocar em frente",
"continuar a vida". Fluxo também é isso, mas é muito mais do que isso.


Fluxo é entrar e sair. É circular, fazer um ciclo, beneficiar.
É aproveitar o que é necessário e eliminar o que não serve mais.
Como na digestão.


A vida precisa fluir.


Assim como a retenção de água no organismo causa problemas à saúde,
a retenção de valores, ideias, conceitos, sentimentos negativos,
apegos e ilusões, também fazem mal para a nossa saúde psicológica.


O fluxo é necessário não só para abrir espaço para o novo, mas também
para que todas as coisas à nossa volta sejam beneficiadas.


Permitir o fluxo é beneficiar.
Impedir o fluxo é prejudicar, é sinal de egoísmo, de apego.


Se represarmos um riacho para ter água apenas na nossa propriedade,
prejudicaremos a vida de tudo e de todos que vivem rio abaixo.


Precisamos ter uma postura de desapego tanto para as coisas boas como
a sorte e a riqueza, quanto para as coisas ruins como
os ressentimentos e a tristeza.


Porque tudo é mutável e impermanente.
Porque tudo na vida, como a água, é fluxo.






(autoria desconhecida)