sexta-feira, 26 de maio de 2017

Quando meu Pai faleceu

Quando meu Pai faleceu eu tinha 9 anos, lembro como se fosse hoje de um fato interessante. Um dia antes de morrer ele chamou minha mãe pelo nome e disse: Nelcinda, vi minha mãe falecida na frente da minha cama quando eu estava deitado, e ela disse que veio me buscar, 24 hs mais tarde ele faleceu. 

Estes fatos de familiares já mortos serem visto poucos dias antes de alguém morrer, acontece até com uma certa frequência.  Em certo aspecto até acho salutar, benéfico. As pessoas em si, não tem medo da morte, mas medo da mudança que ocorre na hora da morte -a trans mutação ou transição - mudanças de mundos- Na medida em que algum familiar já morto recebe a pessoa, no mundo Espiritual o sofrimento, é bem menos. 

Alguns que morrem por doenças na hora do passamento chegam ao mundo espiritual e já dormem, até serem minimizados suas dores. 

Este tipo de socorro é frequente, normalmente o morto será recebido por quem tem mais afinidade. 

Claro, isso não acontece em todos os casos, é mais frequente em pessoas que morrem por idade avançada, doentes ou acidentes, ou seja, pessoas que foram boas aqui na terra sofrem bem menos na hora da mudança deste mundo para o outro.  

Pessoas más e viciadas sofrem muito no mundo espiritual, sendo inclusive escravas dos maus espíritos, mas isso, é outro assunto.